O amor para a ciência

O amor para a ciência

7 minutos Vamos começar o ano falando de amor? Dentre as maneiras pelas quais uma pessoa pode se relacionar com a outra, talvez a mais marcante e profunda seja o amor. No entanto, muitas vezes, o senso comum acaba atrapalhando aquilo que entendemos como amor. Se você perguntar para cinco pessoas o que significa o amor para elas, você terá 5 respostas diferentes. Ele pode trazer bem-estar, felicidade e as melhores emoções da vida com intensidade. Na história da humanidade, muito se refletiu sore Continue lendo

Como lidar com as emoções

Como lidar com as emoções

8 minutos Primeiramente, quero reforçar que lidar com as emoções é um comportamento que pode ser aprendido. Como já falamos aqui, as emoções são processos biológicos administrados pelo cérebro fundamentais para nossa adaptação e sobrevivência como espécie. Mesmo sabendo disso, nem sempre nossos pacientes são capazes de lidar com as emoções negativas de forma adequada. Pelo contrário: acabam considerando-asa desconfortáveis e problemáticas. Dessa forma, pode ocorrer a repressão das emoções. A repressão das emoções é uma maneira de lidar com as emoções ao escondê-las Continue lendo

Autocompaixão para o bem-estar

Autocompaixão para o bem-estar

7 minutos Hoje, quero trazer para você o que aprendi em uma palestra no simpósio que participei recentemente, Happiness & Its Causes, sobre a autocompaixão. A palestra que mais me tocou foi a de Kristin Neff, pesquisadora do tema, cujo título era “o papel da força da autocompaixão no bem-estar”. Primeiramente, Kristin nos indica que para cultivarmos a autocompaixão, existem três componentes fundamentais: BondadeHumanidade compartilhadaMindfulness Ela, além disso, ressalta que é essencial construirmos a autocompaixão para o nosso processo de bem-estar. A seguir, darei Continue lendo

Como ocorre o aprendizado

Como ocorre o aprendizado

3 minutos Neuroplasticidade, epigenética e neurogênese: esses são os três conceitos das neurociências que gosto de denominar de “a tríade da esperança” no contexto do aprendizado. As neurociências nos trouxeram muita esperança de que é possível modificarmos nossos comportamentos ao nos apontar os procedimentos que ocorrem no nosso cérebro. Toda vez que aprendemos um comportamento, é possível, por meio da repetição intencional, sedimentá-lo. Esse comportamento, então, funcionará como fator de proteção psíquica. Dessa forma, estaremos protegidos de quaisquer doenças da ordem da saúde que Continue lendo

Uso de eletrônicos por crianças

Uso de eletrônicos por crianças

5 minutos Hoje, quero falar sobre um tema muito importante: o uso de eletrônicos por crianças. As crianças estão usando dispositivos eletrônicos e a internet cada vez mais cedo. Esse uso foi multiplicado nesse ano de 2020 por conta da pandemia do coronavírus, que paralisou as atividades escolares e nos manteve em nossas casas. Nós sabemos que existem benefícios para o uso dos eletrônicos, mas pesquisadores afirmam que eles são infinitamente ultrapassados pelos prejuízos ao desenvolvimento da criança. Primeiramente, quero fazer uma reflexão. Você Continue lendo

Autocontrole nas crianças

Autocontrole nas crianças

7 minutos Na publicação de hoje, vamos falar sobre o autocontrole nas crianças. Falaremos sobre algumas ações que auxiliam nossas crianças a serem mais saudáveis emocionalmente e mais felizes. Como criar crianças mais saudáveis emocionalmente? Primeiramente, quero deixar claro que esse é o assunto abordado no Programa Ciranda, um programa que desenvolvi com foco nas nossas crianças. Nele, apresento bases sólidas que nos orientam a criar nossos filhos. Falamos sobre a saúde das emoções, como criar crianças mais felizes e como criar um ambiente Continue lendo

Como praticar a escuta empática

Como praticar a escuta empática

4 minutos Hoje, vamos falar sobre como é possível praticar a escuta empática em diálogos. Empatia: uma palavra que muitos conhecem, mas poucos praticam. Você já percebeu como algumas pessoas nos fazem sentir melhor sem dizer nada? Por que é tão fácil nos abrirmos para essas pessoas? Por que elas são as primeiras com quem queremos conversar quando precisamos desabafar? Qual é a razão pela qual elas se dão bem com todos os outros sem mesmo se esforçar? A resposta é simples: escuta empática. Continue lendo

Como ter paciência?

Como ter paciência?

5 minutos Hoje, quero trazer mais uma contribuição da Psicologia Positiva: um estudo que nos aponta uma rota para termos mais paciência. Como já falamos aqui, a Psicologia Positiva tem esse papel: ela nos traz respostas para perguntas antigas. Perguntas sobre autocontrole e paciência sempre foram feitas, por exemplo. E, nos últimos 20 anos, a Psicologia Positiva tem nos dado essas respostas através de estudos científicos seríssimos. O estudo que apresento hoje é só mais uma prova de como esse movimento científico é sério Continue lendo

Conhecendo o amor

Conhecendo o amor

2 minutos Hoje, quero trazer um tema que tenho certeza ser do interesse de todos: o amor. Mais especificamente, quero trazer os apontamentos da Psicologia Positiva a respeito dessa emoção positiva tão famosa. Primeiramente, começo falando sobre a importância da Psicologia Positiva na disseminação de conhecimento sobre o tema. Como já falamos aqui, a Psicologia Positiva é um movimento científico que estuda a felicidade e o bem-estar. Ela tem linhas de pesquisa cujo objetivo é compreender os temas pouco estudados pela perspectiva da ciência Continue lendo

Prevalência de transtornos

Prevalência de transtornos

7 minutos Hoje, quero trazer dados epidemiológicos sobre a prevalência de transtornos mentais em crianças e adolescentes. Nesse contexto, reforço o quanto é importante trabalharmos a prevenção e promoção de saúde mental desde cedo. Primeiramente, precisamos saber que há diversidade nas taxas de transtornos mentais: a prevalência geral varia entre 10 e 20%. No entanto, essa prevalência aumenta à medida que a criança cresce. Além disso, há diferenças na distribuição das psicopatologias por gênero e faixa etária. Ainda, os transtornos mentais na infância podem Continue lendo