Atos intencionais para o bem-estar

Tempo de leitura: 3 minutos

Você sabia que podemos construir a felicidade através de atos intencionais?

Sim, existe uma lista de quais são esses atos que podemos ensinar a nossos pacientes, alunos, colegas, amigos, familiares…

Qual a importância dos atos intencionais?

Em seu artigo de 2005, Sonja Lyubomirsky nos apresenta a fórmula da felicidade.

Nessa pesquisa, o foco era no que as pessoas felizes faziam, ou seja, que ações de fato impactavam no bem-estar.

A fórmula ficou dividida em:

  • 50% disposição genética
  • 40% atos intencionais, aquilo que nos dedicamos a fazer todos os dias
  • 10% conduções de vida, ambiente

Dessa forma, a fórmula aponta que quase metade da felicidade pode ser construída através dos atos intencionais.

Em 2019 no congresso mundial de Psicologia Poitiva, Sonja revisitou a fórmula da felicidade para dizer que os números são aproximados, não rígidos.

Ainda assim, essa é uma porcentagem muito alta para não ser levada a sério; é uma porcentagem que tem alto impacto na vida de nossos pacientes.

Também é a única parte da “fórmula” pela qual somos responsáveis, podendo alterar conforme desejarmos.

E quais são esses atos?

Cuidar das relações interpessoais

Pessoas felizes dedicam-se à família e amigos; estão atentos àquilo que é realmente importante.

Se você pensar em todos os momentos mais felizes da sua vida, por exemplo, provavelmente verá que etava compartilhando esse momento com alguém.

Assim, cuidar dos relacionamentos é um dos principais atos que precisamos ter em nossa vida. 

Expressar gratidão

Muitas pesquisas apontam os benefícios da gratidão.

Isso se dá porque a gratidão atua em:

  • diminuição de processos inflamatórios
  • auxilia no autocontrole
  • aumenta a imunidade

Além disso, a gratidão é a emoção positiva mais associada ao bem-estar.

Ser solícito

Faz bem fazer o bem: ser voluntário, bondoso ou generoso impacta na construção da vida feliz.

Trata-se da disposição em oferecer uma mão amiga.

Assim, quando somos solícitos, entramos numa espiral ascendente.

Otimismo em relação ao futuro

Como já falamos aqui, o otimismo pode ser aprendido.

A essência do otimismo é enxergar as causas passageiras de uma adversidade, analisar o contexto.

Não há mal que dure para sempre. 

Cultivar estados mentais positivos

Estados mentais positivos podem ser cultivados no momento presente, através do mindfulness ou do flow.

Durante essa prática, focamos no momento presente, pois a atenção plena é trazer a consciência para o que está acontecendo no momento.

Uma prática de atenção plena pode ser feita caminhando ou lavando a louça, por exemplo.

Outro estado mental positivo muito estudado dentro da Psicologia Positiva é o flow, no qual todas as ações e pensamentos estão voltados para um desafio.

Fazer exercícios físicos

Pesquisas nas mais diversas áreas apontam inúmeros benefícios na realização de atividades físicas, e para a construção do bem-estar não poderia ser diferente.

Ter uma vida com sentido

Esse ato trata-se de envolver-se com ações que façam sentido para você, seja um ato de bondade, um processo criativo…

O importante é que faça sentido para você, e não para o outro.

Ser resiliente

Resiliência é a capacidade de se recuperar após uma adversidade.

Estudos já nos apontam as circuitarias envolvidas na resiliência; assim, podemos nos envolver em atividades que auxiliam a fortalecer essa circuitaria.

Algumas dessas atividades são:

  • atividades de compartilhamento de emoções positivas
  • olhar para o passado com mais gentileza
  • ter apoio social
  • práticas de atenção plena

Cuidar da espiritualidade

É importante ressaltar que espiritualidade não é a mesma coisa que religião.

A espiritualidade está mais ligada à busca por transcendência, por conexão com algo superior, enquanto a religião está atrelada a dogmas e rituais.

Dessa forma, podemos cuidar da espiritualidade colocando em ação as Forças e Virtudes.

Evitar comparações

Pessoas felizes não comparam vidas; isso pode ser feito saindo das redes sociais.

O Instagram, principalmente, é a rede que mais causa comparações, o que só atrapalha a construção da vida feliz.

Esses são os atos intencionais que a ciência já comprovou que promovem a construção do bem-estar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.