Compreendendo a positividade

Tempo de leitura: 2 minutos

Hoje quero conversar sobre um dos elementos principais para a construção da vida feliz: a positividade.

A positividade é o cultivo intencional de emoções positivas.

No entanto, é importante frisar que isso não deve ser confundido positividade tóxica ou mesmo uma “ditadura da felicidade”, pois as emoções positivas não são invalidantes.

Diferente do que muitas pessoas pensam, as emoções positivas não têm a ver com não acolher tristeza ou negação das emoções “negativas”.

E por que praticar a positividade?

Quando nós entendemos as emoções positivas, nos permitimos vivenciar a humanidade da vida.

Isso é possível porque, diante de qualquer situação, podemos ter emoções positivas.

Lembrando: emoções positivas são respeitosas, não são invalidantes!

Por exemplo: se a pessoa terminou seu relacionamento e está triste, o acolhimento gerado por seus amigos dá uma sensação de amparo.

Assim, a positividade é a intencionalidade de viver algo bom, de vivenciar emoções positivas.

As emoções positivas ampliam a nossa consciência: pensamos melhor e ampliamos nosso repertório comportamental.

Quando vivenciamos emoções negativas, todos pensamentos estão focados para a resposta de luta ou fuga, o que gera um estreitamento cognitivo.

Nesse sentido, as emoções positivas ampliam as ideias, nossas habilidades e comportamentos.

Fórmula da positividade

Existe uma receita da positividade: para cada experiência emocionalmente negativa, devemos nos permitir vivenciar 3 emoções positivas.

Podemos vivenciar emoções positivas de modo intencional, especialmente as emoções positivas cultivadas no momento presente através de meditação, por exemplo.

Dessa forma, ter esses recursos auxilia a cultivar saúde emocional.

Um exemplo é o estresse: se você não tem ilhas de cultivos de emoções positivas, você adoece.

Se vive um estresse crônico, acaba vivenciado somente emoções negativas: quer lutar ou fugir; existe um estreitamento cognitivo.

Além disso, as emoções positivas auxiliam a regular e a diminuir os impactos negativos do estresse.

Para mim, a beleza da proporção 3:1 é que ela permite aceitar a humanidade da vida: aceitar as coisas que vão acontecer no nosso dia a dia, aceitar a vida sendo a vida.

Quando você entende a receita da positividade, você passa a entender que nenhuma emoção pode ser suprimida.

Pelo contrário: reprimir as emoções faz um mal enorme.

Com essa receita você tem a tranquilidade de ter recursos para aceitar o que a vida tem a trazer.

Dicas práticas para cultivar emoções positivas

Em relação ao passado

Pare um momento e responda: onde você estava quando ouviu a sua banda ou música favorita pela primeira vez?

Essa atividade é simples, mas pelo fato de lembrar onde você estava, com quem estava, sobre o que estava conversando ou o que estava fazendo, emoções positivas são criadas.

Em relação ao presente

É possível praticar o savoring: desfrutar a experiência, fazendo com que ela seja ampliada.

Por exemplo: ao tomar café, saboreio ele; presto atenção no seu sabor.

Em relação ao futuro

Fazer metas curtas e cumpri-las.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.