O que faz um psicólogo positivo?

Tempo de leitura: 3 minutos

Você é um psicólogo positivo, ou seja, um psicólogo do futuro?

Martin Seligman costuma falar de uma psicologia do futuro; eu gosto de complementar dizendo que essa é uma psicologia do presente.

Segundo Seligman, no futuro, as pessoas não irão procurar psicólogos somente para aliviar dores, mas também para serem mais felizes. 

Assim, o psicólogo positivo (que trabalha com Psicoterapia Positiva) trabalha com a psicologia do futuro.

Isso se dá porque a Psicoterapia Positiva vai além da intervenção no transtorno: auxilia o paciente a florescer e também trabalha com prevenção.

Como trabalhar com prevenção?

Primeiramente, precisamos entender quais são as formas mais eficazes de trabalhar com prevenção.

O psicólogo do futuro também deve estar habilitado a trabalhar com prevenção primária, prevenção secundária, prevenção seletiva…

Dentro da Psicoterapia Positiva, há uma preocupação de proteger indivíduos vulneráveis geneticamente.

Já sabemos que transtornos mentais também têm um componente genético, e é nessa interação com o ambiente, vivência e disponibilidade genética que o transtorno se manifesta. 

Dessa forma, precisamos ter ações que afastem o indivíduo da manifestação da psicopatologia, tanto pelo ambiente ou pela disponibilidade genética.

Nesse sentido, Psicologia Positiva nos mostra que existe uma gama de qualidades humanas que podem ser ensinadas para auxiliar a prevenir muitos transtornos.

Essas qualidades são:

  1. Coragem
  2. Otimismo
  3. Habilidade interpessoal
  4. Competência socioemocional
  5. Esperança
  6. Perseverança

O que significa ser um psicólogo positivo?

Esse conceito de “psicologia do futuro” remove a associação exclusiva do psicólogo à psicopatologia. 

Por exemplo: quantas vezes você já ouviu “ele é louco, faz terapia” ou “ele tem problemas, vai num psicólogo”?

Somos profissionais treinados para trabalhar com saúde mental, capacitados para aliviar as dores, mas pela psicologia do futuro também seríamos capacitados para ajudar nosso paciente a ser mais feliz.

Dessa maneira, o psicólogo precisa ser esse profissional que fornece os apontamentos da construção do bem-estar para o paciente.

A psicologia do futuro seria capaz de promover saúde e florescimento: dessa forma, precisamos ter noção das ações que os promovem, além de termos em mente as potencializações.

O que o psicólogo deve ser capaz de fazer?

  1. promover saúde e florescimento por meio das potencializações primária e secundária.
  2. integrar sintomas com forças: fazer um detalhamento completo dos sintomas e das Forças do paciente, ambos com a mesma acentuação.
  3. integrar riscos com recursos: investigar qual os ambientes nos quais o paciente vive, quais os fatores que podem causar estresse e quais os recursos que esse paciente tem para lidar com isso.
  4. integrar fraquezas com valores: adicionar virtude nas fraquezas.
    • Por exemplo: um paciente que tem como 1ª Força Pessoal o amor e como uma das últimas a humildade. A humildade é a “fraqueza” do paciente na qual se adiciona virtude: é importante para esse paciente ser arrogante ou isso vai contra seus valores?
  5. integrar arrependimentos com esperança: auxiliar o paciente a olhar para trás e aprender, analisar as experiências. No entanto, isso não é uma negação do acontecimento negativo; tem mais a ver com uma atitude de “O que podemos fazer a partir disso?” 
  6. promover o desenvolvimento positivo: compreender quais os elementos para o desenvolvimento positivo e verificar se o paciente os apresenta; se não, saber como desenvolvê-los. São eles: 
    • Vínculo;
    • Resiliência; 
    • Competências sociais;
    • Competências emocionais;
    • Competências cognitivas;? 
    • Competências comportamentais;
    • Competências morais;
    • Autodeterminação;
    • Espiritualidade;
    • Autoeficácia;
    • Identidade positiva; 
    • Crenças positivas em relação ao futuro;
    • Reconhecimento de comportamentos positivos;
    • Oportunidades de envolvimento pró-social;
    • Desenvolvimento de normas pró-sociais.

Através de tudo isso, o psicólogo enxerga o paciente além da psicopatologia; enxerga o paciente em sua integridade.

Eu ensino você a se tornar um psicólogo do futuro no meu curso de Psicoterapia Positiva, cujas pré-matrículas estão abertas.

Para saber mais e se capacitar para ser um novo tipo de psicólogo, clique no botão abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.