Qual o papel da família?

Tempo de leitura: 3 minutos

A família nuclear, composta de pai, mãe e filhos, é uma das muitas formas que a família pode adquirir.⠀

Nesse sentido, existem diferentes tipos de famílias:

  • monoparentais;
  • homoparentais;
  • reunidas;
  • adotivas;
  • reconstituídas;
  • extensas;
  • uniões informais de casais sem documentos legais, com ou sem filhos sob seus cuidados.

De acordo com a Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC), viver e crescer em família é um direito de todos os meninos e meninas.

Ainda, a CDC reconhece que as crianças devem crescer dentro da família, em um ambiente de felicidade, amor e compreensão para o desenvolvimento completo e harmonioso de sua personalidade.

Essas novas configurações familiares mostram que não existe um caminho único para gerar laços afetivos.

Dessa forma, mostram que a biologia não é o fator determinante para o crescimento saudável e desenvolvimento pleno do potencial.

O que define uma família, portanto, é que seja um grupo estável de pessoas que proteja, cuide e ajude a desenvolver as meninas e meninos, respeitando sua dignidade como pessoas.

Assim sendo, a família mantém suas funções: cuidado e proteção, independentemente do gênero, sexo ou consanguinidade dos adultos que exerçam esses papéis.

Além disso, é o ambiente em que meninas, meninos e adolescentes devem encontrar afeto, cuidado e proteção.

Cuidados com o récem-nascido

O crescimento saudável do recém-nascido é baseado no estabelecimento do vínculo confiável e estável do apego com os adultos mais próximos que cuidam dele. 

O apego é um vínculo que vai se fortalecendo à medida que o bebê descobre que é cuidado e protegido com amor, que é entendido e que sempre que ele precisar de seus cuidadores, eles estarão lá.

Ainda, o apego é fundamental para o desenvolvimento saudável do bebê e bons resultados permanecerão por toda a vida. 

Alguns pais e seus filhos se apaixonam à primeira vista.

Nesses casos, o objetivo é transformar essa paixão em um vínculo verdadeiro, estável e saudável. 

Demora mais tempo para os outros se conhecerem. Você não ama uma nova pessoa assim que a vê.

Na verdade, esse é um vínculo que se desenvolve lentamente, seja a filha ou o filho biológico ou não.

Em ambos os casos, são vínculos que são construídos e fortalecidos ao longo do tempo.

Também, como qualquer relacionamento, requer a participação de ambas as partes, o bebê e o adulto, e de muita paciência. 

Por fim, o apego não é alcançado apenas atendendo às suas necessidades físicas.

Também é essencial atender às suas necessidades emocionais.

O que a família deve fazer pelas crianças?

Existem situações potencialmente prejudiciais à saúde emocional de meninas e meninos que podem ser resolvidas com algum tipo de orientação.⠀

  1. A falta de amor, a indiferença ou falta de resposta afetiva ao seu redor.
  2. Pouca ou nenhuma atenção.
  3. Pouco ou nenhum estímulo.
  4. O excesso de estímulo.
  5. O clima familiar violento em relação ao bebê ou entre os outros membros da família.
  6. A depressão na família.
  7. A instabilidade, desordem e falta de rotinas.

Dessa forma, para serem felizes e saudáveis, os meninos e meninas não precisam de pais, mães ou cuidadores perfeitos, mas de adultos que os amem, os cuidem e que sejam capazes de:⠀

  • Adiar suas próprias necessidades para satisfazer as do seu filho ou filha, quando for necessário.
  • Transmitir muito amor com aconchego e segurança.
  • Lembrar que os bebês vão crescendo e exigem atenção diferenciada dos adultos. Os primeiros anos de vida são os mais exigentes em termos de atenção e paciência e o tempo passa mais rápido do que os adultos acreditam!
  • Estar perto quando necessário, e saber se afastar quando a criança pode fazer as coisas por si só.
  • Entender, aceitar e valorizar a criança, sempre, mesmo com suas imperfeições.

Fonte: Crescer Juntos – UNICEF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.