Vamos entender as emoções?

Tempo de leitura: 2 minutos

 

A emoção é um processo biológico administrado pelo cérebro fundamental para nossa adaptação e sobrevivência como espécie. É muito importante também para a qualidade da nossa comunicação, pois transmite informações que nos permite codificar melhor a mensagem.

Ex: o tom de voz exacerbado nos indica que a pessoa está com raiva, um tom de voz mais baixo e sem ânimo nos indica a tristeza presente.

De um modo bem simples a emoção é o resultado da combinação de fatores internos, como substancias químicas (serotonina, endorfina, ocitocina e testosterona) que controlam nosso humor com estímulos externos, tais como, cheiros, sabores, sons e imagens.

Essa combinação são experiencias subjetivas e são acompanhadas de manifestações fisiológicas que preparam o corpo para uma ação especifica.

Abaixo alguns exemplos de emoções básicas:

-Raiva, na forma extrema aparece como fúria, é destrutiva, impulsiona o indivíduo a eliminar o objeto que é um obstáculo a ele. As forma mais suaves de raiva são: irritação, ironia, revolta, ressentimento, indignação, aborrecimento, hostilidade.

-Medo, na forma mais extrema, aparece como terror/pânico. As formas brandas do medo são: preocupação, angustia, apreensão.

-Tristeza, na forma extrema, é depressão severa. As formas mais suaves são: mágoa, tédio, solidão, nostalgia, amargura, desânimo.

-Alegria, na forma extrema, é euforia/mania. As formas brandas são: contentamento, satisfação, bom humor, realização.

-Amor pode se manifestar como aceitação, amizade, afinidade, confiança, dedicação.

-Nojo, na forma extrema pode se manifestar como repulsa, ojeriza. As formas brandas do nojo são: incomodo e desconforto.

Nossa cultura, valoriza o hedonismo e o prazer, não deixando espaço para a expressão de todas as emoções, em especial as tidas como negativas, como raiva, medo e tristeza. E mesmo as emoções positivas (gratidão, serenidade, esperança) são pouco nomeadas e não encontram espaço para demostrar afeto (para si ou para o outro) dificultam a proximidade, que é o caminho pelo qual ocorre o aprendizado emocional.

Fonte: Livro Educação Emocional Positiva

 

 

1 comentário


  1. Boa tarde Miriam.
    Sempre me perguntava certas expressões , o que estaria verdadeiramente querendo afirmar os adolescentes, como a palavra ‘nojo’? Agora compreendo… Eles estão literalmente incomodados em certos momentos dando ênfase em seu estado emocional.
    Independente , eu adoro estar com eles.
    Muito grata, por todos seus ensinamentos.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.