Vamos entender a ciberdesinibição.

Tempo de leitura: 1 minuto

Inicialmente precisamos compreender o fato que nossa natureza foi feita para relações face – face. Ser capaz de interpretar expressões faciais, comportamentos não verbais, tom de voz, posturas, são dicas de como nosso cérebro social funciona. Nosso cérebro social, corresponde às áreas que evoluíram da relação entre comportamentos e emoções.
Quanto maior interação pessoal, maior repertório, melhor para nosso cérebro social.
Quando estamos diante de uma tela de computador ou digitando em nossos celulares estamos privados dos sinais que alimentam nosso cérebro social com essas pistas fundamentais para as relações sociais.
Por isso, fala – se e faz-se muita coisa que o indivíduo não faria se estivesse interagindo pessoalmente.
O cérebro social é como um radar que nos orienta em nossos comportamentos. E quando estamos diante de uma tela, estamos agindo “contra nossa natureza”.
É por isso que emails neutros são lidos como hostis, pois a falta das pistas confundem o cérebro tendendo – o ao negativo.

Fonte da imagem: fan page do artista Pawel Kuczynski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.