Vamos trabalhar a prevenção?

Tempo de leitura: 2 minutos

Hoje, quero falar de um assunto importantíssimo e uma das chaves do Programa Educação Emocional Positiva: prevenção.

Atualmente, estamos com índices altíssimos de prejuízo mental.

Só no Brasil, por exemplo, são aproximadamente 38 milhões de pessoas deprimidas, o que representa 18% da população!

Estão cada vez maiores os níveis de ansiedade, problemas psicossomáticos, baixa tolerância à frustrações e falta de assertividade.

Tudo isso é um dano gigante à saúde mental da sociedade.

E você também já percebeu como a violência é gratuita?

São brigas no trânsito, filmagens de bullying, glamorização de crimes, mortes banais e muito mais.

O que mais assusta, no entanto, é saber que, se não fizermos nada, tudo vai piorar.

Precisamos nos unir. Precisamos ajudar e educar enquanto é tempo.

É fundamental promovermos espaços de escuta, promoção de emoções positivas e de saúde mental dentro de escolas, empresas, instituições e comunidade em geral.

Trabalhar a prevenção é saber que, no futuro, muitos dos problemas não existirão.

Mas e como podemos trabalhar com prevenção?

Através das intervenções.

Intervenções primárias e secundárias

As intervenções são atos de promoção de saúde mental, na qual se faz a psicoeducação ou o tratamento do indivíduo.

Ensinamos as capacidades socioemocionais e as habilidades para o bem-estar para que o indivíduo possa viver melhor.

Nas intervenções primárias, o profissional da saúde, educação ou serviços sociais trabalha a prevenção.

Abrange a maior parte da população e também pessoas expostas a fatores de risco, mas que ainda não foram afetadas.

Há também a intervenção secundária.

Esse tipo de prevenção é caracterizado por ações no momento em que um problema já está ocorrendo – assim, as intervenções são necessárias.

As intervenções podem ser através de um acompanhamento psicológico, fisioterapêutico, fonoterapêutico… enfim, quando já há um problema.

Essas intervenções devem ser pautadas em evidências de tratamentos que realmente funcionam.

É fundamental promover as intervenções para o bem-estar da sociedade.

Vamos juntos espalhar saúde mental?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.