Educação emocional: você possui?

Tempo de leitura: 4 minutos

Você sabe o que é necessário para ser um indivíduo com educação emocional?

Primeiramente, é necessária uma breve contextualização.

O que é a educação emocional

Resumidamente, a educação emocional é perceber nossos estados emocionais e nomeá-los de forma correta, além de verbalizá-los adequadamente e se comportar de maneira construtiva diante de qualquer emoção.

Como aprender a educação emocional?

Primeiro, precisamos entender que todos os comportamentos são aprendidos.

Assim, lidar com as emoções também pode ser aprendido.

Inclusive, podemos aprender e treinar as competências socioemocionais e as habilidades para o bem-estar!

E quanto mais treinamos, mais ficamos bons nelas.

Comportamentos que auxiliam no processo de educação emocional:

1) Exercícios de interiorização

Precisamos aprender a estar com nós mesmos.

2) Exercícios de respiração

É necessário sabermos respirar da maneira correta.

Nosso corpo afeta diretamente nossas emoções.

Um ótimo exercício é a respiração de 4 tempos: inspire em 4 segundos, segure o ar por 4 segundos e expire em 4 segundos.

3) Exercícios de relaxamento

Relaxar é fundamental para as emoções.

Pode-se ouvir música, praticar a auto massagem, tensionar ainda mais o corpo para depois relaxá-lo…

4) Assertividade

Saber defender seus direitos sem desrespeitar os direitos alheios.

Nós não sabemos resolver problemas, sabemos apenas ruminá-los.

Não focamos na solução do conflito, nós preferimos reclamar do problema a focar nas possíveis resoluções, e é por isso que precisamos aprender a ser assertivos.

5) Forças pessoais

Já falamos das forças pessoais aqui, você se lembra?

É necessário descobrirmos nossos pontos fortes para que possamos nos tornar excelentes em sua prática.

É fundamental sabermos as nossas próprias forças, mas também é importante sabermos as forças das pessoas ao nosso redor, tais como familiares, companheiros, alunos, pacientes, etc, para que possamos criar projetos nos quais as forças sejam usadas.

Para descobrir suas forças pessoais, faça o teste (em inglês) em http://viasurvey.org/.

6) Otimismo

É importante aprendermos o otimismo.

Aprendemos o otimismo ao contestar nossas auto explicações diante das adversidades.

7) Empatia

Empatia é a capacidade de nos colocarmos no lugar do outro.

No entanto, antes de aprendermos a empatia, é necessário aprendermos a percepção do outro.

Não é possível sermos empáticos sem percebermos as pessoas ao nosso redor.

8) Autocontrole

Os passos para o autocontrole são fundamentais para a educação emocional.

Precisamos ter autocontrole independente da emoção que estamos sentindo.

Pare, respire. Só é possível pensar após nos acalmarmos.

E só é possível ter educação emocional se tivermos autocontrole.

9) Contestação dos pensamentos distorcidos

É necessário corrigir os nossos pensamentos errados.

Muitos dos nossos sofrimentos emocionais são causados pela maneira errada de pensar que nos habituamos.

10) Hábitos da vida feliz

Aqui entra a Psicologia Positiva, nos apontando as ações intencionais que podemos inserir em nossas vidas para construir a nossa felicidade.

11) Cultivo de emoções positivas

Precisamos aprender a promover emoções positivas – lembre que emoção positiva não é somente a alegria.

Faz parte da educação emocional aumentar o nosso dicionário de emoções.

12) Rodas de conversa

Precisamos ser capazes de sentar, ouvir, pensar e chegar a uma conclusão para resolver um conflito ou questão.

Para que a roda de conversa seja efetiva, precisamos aprender a ouvir.

Somos uma sociedade desacostumada a escutar o que o outro tem a dizer.
Queremos falar, mas não queremos ouvir.

Esse aprendizado é fundamental para nossas crianças, adolescentes e adultos!

Com crianças, use o bastão da fala ou o dedinho da fala: quem tem o bastão ou quem segura o dedo levantado falará.

Mas é importante para a educação emocional que, enquanto um fala, os outros escutem.

Para que a roda de conversa aconteça, também é necessário que uma pessoa seja eleita mediadora, a pessoa que definirá quem irá falar e quais ideias serão debatidas.

Além disso, precisa-se eleger um observador, que irá anotar o que foi discutido e as principais ideias para apresentá-las ao grupo no final.

Assim, as rodas de conversa nos permitem aprender a construir conhecimento.

13) Consciência emocional

Em diversos momentos, não temos plena consciência daquilo que estamos sentindo.

Sabemos tudo ao nosso redor: a previsão do tempo, o trânsito, as últimas notícias, mas não sabemos o que está no nosso interior.

Também somos capazes de sentir emoções sem nem saber que elas existem.

Assim, aumentar nosso vocabulário emocional é uma maneira de aumentarmos a nossa consciência emocional.

Esses são alguns dos comportamentos fundamentais para sermos mais educados emocionalmente!

Por fim, termino com uma das minhas frases chave: Saber lidar com as emoções é uma importante lição!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.